Fenasucro 2017 – V Congresso de Automação e Inovação Tecnológica

Inteligência Geográfica aplicada à Integração Tecnológica Campo e Indústria
22/08/2017

A Imagem esteve presente no V Congresso de Automação e Inovação Tecnológica, evento integrante da Fenasucro & Agrocana 2017, apresentando sua Visão e Soluções para o Agronegócio e, mais especificamente, a integração tecnológica campo e indústria 4.0, com o gestor de Ciência & Pesquisa Abimael Cereda Junior, que afirmou

Vivemos a era das Plataformas e a adoção de uma Plataforma de Inteligência Geográfica para integração de ações, planejamento e gestão do Campo, integrada à Indústria – gestão esta baseada em Processos, Fluxos e Tecnologias – possibilita uma abordagem integrada, visto as necessidades de dados, análises e disponibilidade destas em tempo real em algum lugar.

Estiveram presentes especialistas na área, grandes líderes e empreendedores em tecnologia de automação e de informação e empresas mundiais, como a Oracle, IBM e Imagem/Esri, apresentando possibilidades com a Transformação Digital e seus pilares com soluções para o setor Sucroenergético, Agroindustrial, Óleo & Gás, Mineração, Infraestrutura, entre outros.

Como uma agenda bem articulada, a tarde do dia 22 de agosto iniciou com “IoT para Agronegócio – Como Iniciar?”, com Renato Teixeira e Ricardo Urresti da Oracle; em sequência, “Quando a Internet das Coisas, a Inteligência Artificial e o Monitoramento de Cima se unem para apoiar o Sistema Alimentar Mundial” foi a discussão proposta por Ezequiel Kwasnicki da IBM.

A Imagem apresentou a “Inteligência Geográfica aplicada à Integração Tecnológica Campo e Indústria” e teve um dos destaques a necessidade da integração das plataformas, sensores e dados já presentes na Indústria e Campo para a tomada de decisão e ação.

Com investimentos já realizados em sistemas de controle agrícola, ERPs, IoT, além de dados de campo, séries históricas e integração de tecnologias e pessoas, pode-se planejar suas ações (agrícolas, operação e até mesmo times de emergência), diminuir o impacto dos eventos e criar cenários para safras vindouras – a Transformação Digital para o Agronegócio na prática. Abimael Cereda Junior (Imagem)

ISA Sertãozinho mais uma vez confirma sua vocação e objetivo de – desenvolver e estimular iniciativas relacionadas com a teoria, o projeto e a produção, a utilização de instrumentação, computadores e sistemas de medição, aplicados no controle e automação industrial nos vários ramos científicos e tecnológicos, além de maximizar o valor do trabalho dos profissionais em suas áreas de abrangência – com a organização e altíssimo nível do V Congresso de Automação e Inovação Tecnológica.

Explore mais o tema aqui.

As Cidades Inteligentes e Gestão de Políticas Públicas: Transformação Digital na prática Territorial

Inova | Portal Sala dos Municípios da ADEMESP
12/07/2017

Publicado pela Associação de Desenvolvimento dos Municípios do Estado de São Paulo (ADEMESP), o vídeo apresenta discussões e informações sobre tecnologias e plataformas que podem ser aplicadas para melhorar a Gestão Pública. Fonte.

O Geógrafo Abimael Cereda Junior, líder de Ciência & Pesquisa da Imagem, discute como a Transformação Digital e suas dimensões, como big data, apps, mobilidade e colaboração impulsionam a Gestão de Políticas Públicas alcançando um patamar real de “Cidade Inteligente”.

O Portal Sala dos Municípios é uma parceria entre a ADEMESP e a Universidade São Caetano do Sul (USCS). O portal foi criado para suprir uma deficiência das administrações públicas nas áreas de gerenciamento de projetos e na capacitação continuada dos seus gestores e servidores públicos. Busca-se por meio do Portal Sala dos Municípios tornar as cidades do estado de São Paulo cada vez mais eficientes e eficazes na gestão pública.

Mais informações em http://www.img.com.br e http://geografiadascoisas.com.br

Inteligência Geográfica e a Transformação Digital: competências básicas na Gestão do Território alavancando oportunidades profissionais

CEREDA JUNIOR, A. Inteligência Geográfica e a Transformação Digital: competências básicas na Gestão do Território alavancando oportunidades profissionais. Revista Digital de Engenharia da APEAESP, no. 1; maio a julho de 2017

Download do artigo completo.

Acesso Revista Online.

 

Tópicos:

  1. A Educação Espacial
  2. Do Dado à Inteligência Geográfica (no Espaço Geográfico)
  3. Transformação Digital e Geografia das Coisas
  4. Tendências e competências para o mercado de trabalho com Inteligência Geográfica
  5. Considerações iniciais
  6. Bibliografia

[…] A sociedade contemporânea enfrenta uma série de grandes e novos desafios, que devem ser superados sob a ótica da resiliência ambiental e social que territorializa-se no Espaço Geográfico já que “toda relação de poder desempenhada por um sujeito no espaço produz um território” (RAFFESTIN, 1993).

No Brasil, como exemplos insuficientes, podemos elencar a crise hídrica, Aedes aegypti, desafios ao setor elétrico, transformações e impactos profundos na política e economia, gestão das Cidades (e as propagadas Cidades Inteligentes), o Agronegócio (e a Digital Farming/Smart Farms), ou seja, intervenções que tem em si impacto direto na produção do território por meio de seus atores “compostos por malhas, nós e redes”, conforme Raffestin em sua obra originalmente publicada em 1980, afirmando que “a intensidade e a forma da ação de poder nas diferentes dimensões do espaço originam diferentes tipos de territórios”.

Esse homo faber, que produz o Espaço Geográfico por meio da territorialização- desterritorialização-reterritorialização, realmente enfrenta novas crises e problemas ou tratamos, de fato, de novas velocidades (Tempo) e escala de abrangência (Espaço) ao processo em “um tempo rápido ao qual se antepõe um tempo lento” (SANTOS, 1996)?

Conciliar interesses da sociedade em suas diversas dimensões, trazendo soluções à demandas e problemas que tem, intrinsicamente, o Território, Paisagem e Lugar como fundamentos basilares, são elementos presentes em toda história da humanidade. Tais competências deveriam ser adquiridas desde a educação básica, mas, especialmente para aquelas formações ligadas ao Planejamento, Gestão e Intervenção no Espaço Geográfico.

Sabendo que “a tecnologia é a sociedade e a sociedade não pode ser entendida ou representada sem suas ferramentas tecnológicas” (CASTELLS, 2003), a Inteligência Geográfica apresenta-se como resposta para tais necessidades, integrando a Ciência Geográfica em suas múltiplas dimensões às Tecnologias, principalmente Digitais. Emergem, assim, cidadãos informados e capazes de tomar decisões, que já estão vivenciando a chamada Transformação Digital; Espaço e Tempo integrados gerando Conhecimento.

Partindo do tema proposto pela Comissão Organizadora do 13º Congresso Nacional de Engenharia de Agrimensura (CONEA) para Conferência e Artigo, procurou-se neste levantar conceitos e discussões para reflexões no âmbito acadêmico e profissional, lançando mão de artigos, proposições autorais e bibliográficas para a integração da Inteligência Geográfica ao processo educacional de maneira abrangente, bem como às discussões em Câmaras e Setores Técnico-Profissionais.

Download do artigo completo.

III Encontro de Educação e Pesquisa Esri Brasil

Esri EdUC BR 2017
10/05/2017

A terceira edição do Encontro de Educação Esri Brasil (III EdUC BR) aconteceu no dia 10 de maio como parte da programação do MundoGEO#Connect 2017, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP).

Inserido no MundoGEO#Connect, foram apresentadas as recentes inovações disponíveis para ir muito além da visão tradicional de Geoprocessamento, possibilitando novas aplicações e possibilidades no ensino em Inteligência Geográfica, bem como recursos didáticos.

09h00 às 09h30 Soluções Corporativas para Educação (online)
Michael Gould, Ph.D., Global Education Manager, Esri

09h30 às 10h30 Atividades Criativas: Dinâmicas Locacionais e Mudanças no Mundo do Trabalho
Prof. Dr. Auro Aparecido Mendes, Departamento de Geografia, UNESP Rio Claro

10h30 às 10h50 Educação, Ciência & Pesquisas: novos tempos da Inteligência Geográfica no Brasil
Prof. Dr. Abimael Cereda Junior, Líder de Ciência & Pesquisa, Imagem

11h00 às 12h00 Projeto Nós Propomos – Rio! Cidadania com Inteligência Geográfica
Prof. Me. Rui Alberto Azevedo dos Santos, LabGIS, UERJ

14h00 às 14h30 A Esri e a Ciência do Onde: vivendo um futuro melhor
Me. João Canais, Business Development Manager Americas, Esri

14h30 às 15h30 Mapa topográfico interativo com múltiplas escalas com representação apropriada para a Web
Prof. Dr. Edmur Azevedo Pugliesi, Departamento de Engenharia Cartográfica, UNESP Presidente Prudente

15h30 às 16h30 Programa Smart Campus da Faculdade de Engenharia de Sorocaba
Profa. Dra. Regiane Relva Romano, Coordenadora Geral SmartCampus Facens

16h50 às 17h30 Oportunidades y Desafíos de la Educación Virtual en GIS (online)
Prof. Me. Rafael Beltran Ramallo, UNIGIS Latin America

17h30 às 18h00 Faça parte da Comunidade Educação, Ciência & Pesquisa Imagem/Esri
Prof. Dr. Abimael Cereda Junior, Líder de Ciência & Pesquisa, Imagem

Debate: Cidades Inteligentes no MundoGeo#Connect 2017

Cidades (Geo)Inteligentes – Smart Cities
09/05/2017

O conceito de Smart Cities (Cidades Inteligentes) vem sendo cada vez mais discutido e incorporado nos processos de gestão nas principais cidades do mundo. O uso integrado de tecnologias de informação e comunicação proporciona uma visão ampla do tecido urbano. Este sistema proporciona coleta de informações rápidas, precisas e estruturais para agilizar a tomada de decisão, relacionadas ao meio ambiente, mobilidade urbana, distribuição de energia, gestão das águas, defesa civil, entre outras. Descubra neste debate com especialistas como as Geotecnologias se integram às Cidades Inteligentes e os principais benefícios para os gestores e a população.

Com moderação de Eduardo Freitas (MundoGEO), tive a chance de apresentar algumas visões que hoje tem sido chamadas de “Cidades Inteligentes”, mas que me acompanham no mínimo desde o início do Mestrado em Engenharia Urbana, no MundoGeo#Connect 2017, tendo por debatedores Flávio Yuaça (Comdata), Julio Ribeiro (MKT GIS), Fernando do Amaral Nogueira (Prefeitura de São Paulo) e Vinícius Ferreira (HERE).

Explore mais o tema Cidades Inteligentes e ASSIsTA O TEDX “CIDADES INTELIGENTES: A ERA DA GEOGRAFIA DAS COISAS !

 

Novas Tecnologias e Aplicações para Ensino, Pesquisa e Extensão na UNESP Rio Claro

Conferência UNESP Rio Claro
27/04/2017

Voltar para casa sempre é um prazer, uma busca que temos pelo nosso Lugar e não Território. Ter tido a oportunidade de realizar uma conferência no meu lar científico, ou seja, na Universidade Estadual Paulista – UNESP Campus Rio Claro – onde recebi mais que conceitos ou metodologias, mas alicerces que me tornaram “Geógrafo”, foi uma grande honra.

A foto ao lado tem significado ímpar para mim, reúne “Geografias”: nossos símbolos nacionais, o símbolo do curso/instituto e Roger Tomlinson. Mais #geogeek impossível.

Ao longo dos três últimos anos à frente da estruturação e ação como Educação na Imagem, e hoje trabalhando com a excelência em Ciência & Pesquisa, tive a oportunidade de conversar de maneira individual com professores e pesquisadores de diversos Departamentos e Institutos da UNESP Rio Claro e, esta Conferência, possibilitou o início do debate integrado sobre as possiblidades do uso de novas tecnologias e aplicações para Ensino, Pesquisa, Extensão e Administração por meio da visão de Plataforma Tecnológica para ações no Espaço. Do que estou tratando?http://wp.me/p65lHG-4v

Você também busca tais aplicações mas não participou do evento? Seminários online disponíveis no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=ch8oUIu0A8A&list=PL91TmnxAfead0g09CvrhQ1nsSBlkrjbjm&index=3

Faço aqui um agradecimento especial ao Prof. Dr. Auro Aparecido Mendes, que tornou possível este evento, uma parceria UNESP e  Imagem.