GeoDrops Agro é Tech, Agro é Pop, Agro é Digital!

GeoDrops | Blogs MundoGeo
29/09/2017

por Eduardo Freitas. Leia a reportagem completa aqui.

Nos dias 21 e 22 de setembro aconteceu em Carambeí (PR) – no meio do caminho entre Ponta Grossa e Castro, região dos Campos Gerais – um evento disruptivo para o setor de Agronegócio, o Digital Agro.

Segundo organizadores e expositores, o DigitalAgro superou as expectativas, com uma visitação qualificada e focada em negócios. E o objetivo do evento foi cumprido, de levar a transformação digital para perto do produtor rural, ao invés deste ter que se deslocar até os grandes centros para conhecer as novidades.

Inteligência Artificial

O ‘robô’ Watson, da IBM, foi desnudado por Luis Otavio Fonseca na palestra sobre conhecimento cognitivo na agricultura. Segundo ele, sistemas de inteligência artificial podem ser ‘treinados’ para diversas aplicações, como por exemplo identificar falhas de plantio em imagens de satélites. Ou, ainda, fazer com que o robô ‘dirija’ um trator com objetivo de economizar combustível.

Para Fonseca, três atores têm que estar alinhados para que a computação cognitiva tenha sucesso no agro: produtor, gerente da fazenda e cientista de dados.

Já Bruno Pezzi Figueiredo, da SGS / Unigeo, mostrou uma visão inovadora nos processos de precisão na agricultura e trouxe um termo atualizado, que é a ‘nutrição de precisão’. Enfatizou também a importância de se coletar e usar dados de qualidade, sejam eles geoespaciais ou não. E a interdisciplinaridade e os recursos humanos foram valorizados, já que na Unigeo há pelo menos 40 programadores, 50 profissionais de geo e um time de agrônomos.

O representante mais emblemático do setor de Geotecnologia no evento foi Abimael Cereda Junior, da Imagem, que desmistificou as ideias de que GIS é caro ou complexo, e complementou dizendo que agricultura sempre foi big data, desde os primórdios da humanidade, e que sempre se lidou com o estado-da-arte da tecnologia. Comentou, ainda que o termo ‘com o uso de Geoprocessamento’ não existe no agro, pois é inerente ao setor que se trabalhe com dados e análises geoespaciais. Finalizou comentando que o WebGIS permite focar nos problemas de negócio e que Geo é o que une todas essas questões, integrando tudo numa base única.

Agro é Digital!

Diferentemente de anos atrás, quando uma feira de Agronegócio contava basicamente com defensivos agrícolas e produtos químicos, nesta não havia nenhum estande com este foco.

Pelo contrário, os produtores já viram que a solução para maximizar ganhos e diminuir custos no campo está no digital.

Chegou a era do Digital Agro!

Digital Agro – Inovação e Tecnologia para o Agronegócio (Carambeí – PR)

Transformação Digital no Agronegócio: soluções na era das Plataformas
22/09/2017

Organizado pela Frísia Cooperativa Agroindustrial e com apoio técnico-científico da Fundação ABC, a Feira Digital Agro 2017 teve um público aproximado de cinco mil pessoas nos dois dias de sua realização e discutiu temas como automação e robótica, monitoramento e sensoriamento, gestão e sucessão familiar no campo, bem como novas tecnologias para a área Agrícola e Industrial e os impactos da Transformação Digital, permitindo controle de processos e foco nos detalhes para maior eficiência nas atividades.

Inédita no formato e conceito no Brasil, foi realizada no Parque Histórico de Carambeí (PR) e discutiu as tecnologias que estão sendo aplicadas no campo, além daquelas que serão tendências para o melhor desenvolvimento da Agricultura no país, em um ano que o país bate recorde em colheita de grãos – 240 milhões de toneladas.

A feira reuniu as maiores referências em Inovação e novas Tecnologias para o Agronegócio do Brasil em quatro painéis, distribuídos ao longo de dois dias. Na sexta-feira (22/09), o Painel 4 trouxe o “E-management: o agro na palma da mão”, destacando a importância da gestão no processo agrícola, com a supervisão de todas as etapas, atualização em tempo real do clima, produtividade da área, preço das commodities, custos e exportação, além da Inteligência de Negócio, incluindo a Inteligência Geográfica, integrando dados de campo, sistemas gerenciais e de controle, imagens entre outras fontes para apoio à Tomada de Decisão.

Este painel, sob moderação da Fundação ABC e com a participação da IBM, Imagem, Strider, SGS, Climate e Aegro, apresentou e discutiu inovações e novas tecnologias para o Campo, tendo como foco o monitoramento e a gestão nas propriedades rurais, além da introdução e aplicações da “Internet das Coisas” no Agronegócio, oportunidades de negócio que essa nova fronteira abre para produtores, pesquisadores e empresas do setor.

“Para um público que já vivencia a Transformação Digital, seja no dia-a-dia com uso de previsão de tempo em seu dispositivo móvel ou na análise de séries históricas de safra, com apoio de dados e informações de natureza diversas, a Imagem – empresa brasileira com mais de 30 anos que apoia o Agronegócio com Plataformas para Gestão do Campo – pode apresentar uma proposta prática para esta implementação não de um novo software ou tecnologias, mas de uma Cultura da Decisão e Ação por meio de Plataformas Digitais“, afirmou Abimael Cereda Junior, líder de Ciência & Pesquisa da Imagem, na palestra “Transformação Digital no Agronegócio: soluções na era das Plataformas

Emerson Moura, superintendente da Frísia, afirmou que a programação da feira cumpriu o seu papel e aproximou o produtor das ferramentas digitais de produção, com o produtor tendo a possibilidade de ver a tecnologia ao vivo. “Antes, ele tinha criado o conceito de que a tecnologia digital não era para ele, mas a feira quebrou esse paradigma”.

 

Inteligência Geográfica e a Transformação Digital: competências básicas na Gestão do Território alavancando oportunidades profissionais

CEREDA JUNIOR, A. Inteligência Geográfica e a Transformação Digital: competências básicas na Gestão do Território alavancando oportunidades profissionais. Revista Digital de Engenharia da APEAESP, no. 1; maio a julho de 2017

Download do artigo completo.

Acesso Revista Online.

 

Tópicos:

  1. A Educação Espacial
  2. Do Dado à Inteligência Geográfica (no Espaço Geográfico)
  3. Transformação Digital e Geografia das Coisas
  4. Tendências e competências para o mercado de trabalho com Inteligência Geográfica
  5. Considerações iniciais
  6. Bibliografia

[…] A sociedade contemporânea enfrenta uma série de grandes e novos desafios, que devem ser superados sob a ótica da resiliência ambiental e social que territorializa-se no Espaço Geográfico já que “toda relação de poder desempenhada por um sujeito no espaço produz um território” (RAFFESTIN, 1993).

No Brasil, como exemplos insuficientes, podemos elencar a crise hídrica, Aedes aegypti, desafios ao setor elétrico, transformações e impactos profundos na política e economia, gestão das Cidades (e as propagadas Cidades Inteligentes), o Agronegócio (e a Digital Farming/Smart Farms), ou seja, intervenções que tem em si impacto direto na produção do território por meio de seus atores “compostos por malhas, nós e redes”, conforme Raffestin em sua obra originalmente publicada em 1980, afirmando que “a intensidade e a forma da ação de poder nas diferentes dimensões do espaço originam diferentes tipos de territórios”.

Esse homo faber, que produz o Espaço Geográfico por meio da territorialização- desterritorialização-reterritorialização, realmente enfrenta novas crises e problemas ou tratamos, de fato, de novas velocidades (Tempo) e escala de abrangência (Espaço) ao processo em “um tempo rápido ao qual se antepõe um tempo lento” (SANTOS, 1996)?

Conciliar interesses da sociedade em suas diversas dimensões, trazendo soluções à demandas e problemas que tem, intrinsicamente, o Território, Paisagem e Lugar como fundamentos basilares, são elementos presentes em toda história da humanidade. Tais competências deveriam ser adquiridas desde a educação básica, mas, especialmente para aquelas formações ligadas ao Planejamento, Gestão e Intervenção no Espaço Geográfico.

Sabendo que “a tecnologia é a sociedade e a sociedade não pode ser entendida ou representada sem suas ferramentas tecnológicas” (CASTELLS, 2003), a Inteligência Geográfica apresenta-se como resposta para tais necessidades, integrando a Ciência Geográfica em suas múltiplas dimensões às Tecnologias, principalmente Digitais. Emergem, assim, cidadãos informados e capazes de tomar decisões, que já estão vivenciando a chamada Transformação Digital; Espaço e Tempo integrados gerando Conhecimento.

Partindo do tema proposto pela Comissão Organizadora do 13º Congresso Nacional de Engenharia de Agrimensura (CONEA) para Conferência e Artigo, procurou-se neste levantar conceitos e discussões para reflexões no âmbito acadêmico e profissional, lançando mão de artigos, proposições autorais e bibliográficas para a integração da Inteligência Geográfica ao processo educacional de maneira abrangente, bem como às discussões em Câmaras e Setores Técnico-Profissionais.

Download do artigo completo.

Tecnologia e Inovação com Mapas: dos jogos eletrônicos às Smart Cities e Farms!

24ª Semana da Engenharia, Tecnologia e Inovação FACENS
17/04/2017

a Facens – Faculdade de Engenharia de Sorocaba – promoveu a 24ª Semana da Engenharia, Tecnologia e Inovação, tradicional evento que reúne alunos, professores e a comunidade e aborda temáticas inovadoras sobre a área de Engenharia. Com uma extensa agenda de palestras e painéis de debates gratuitos e minicursos e workshops.

Modelos de Simulação já estão presentes em jogos eletrônicos há muito – ferramentas disponíveis no SimCity e SimFarm originais hoje ainda são novidades na sua implantação real em Cidades e no Campo. A Imagem Ciência & Pesquisa teve a oportunidades de discutir com mais de 100 alunos e professores do período matutino e noturno dos cursos de Engenharia e Jogos Digitais da FACENS como as Plataformas Tecnológicas e a Transformação Digital propiciam hoje novos modelos de gestão e planejamento com alcance em pessoas, empresas e governos.

Smart Cities (Cidades Inteligentes) e Smart Farms (Fazendas Inteligentes/AgTech) foram debatidos de maneira franca e atualizada, considerando a íntrinseca necessidade da Inteligência Geográfica nos processos de decisão e ação. Explore o tema na Playlist da série “um pouco de Geografia das Coisas“, em continuar lendo.

Continuar lendo

Tecnologias & Inovações em Corte, Transbordo e Transporte (CTT)

14º Seminário Internacional em Logística Agroindustrial | ESALQ-LOG
10/04/2017

Evento internacional com empresas, centros de pesquisa e pesquisadores do setor Sucroenergético organizado pela ESALQ-LOG reuniu Imagem, Case, John Deere, Odebrecht, Raízen, São Martinho, CTC, Unica, CEOX, Queensland University of Technology, University of Illinois: saiba mais.

Como líder de Ciência & Pesquisa na Imagem pude apresentar as novas dimensões e possibilidades reais da Transformação Digital no Agronegócio e o setor de Corte, Transbordo e Transporte de Cana (CTT) na décima quarta edição do SILA – Seminário Internacional em Logística Agroindustrial – em uma mesa redonda ao lado da Case e John Deere. Clientes e parceiros da empresa também estiveram presentes, apresentando soluções no evento, o que reforça a presença no setor Sucroenergético.

Descubra alguns vídeos que apresentam parte da Plataforma Integrada nesta playlist especial.

Continuar lendo

Plataformas Tecnológicas para Gestão do Campo – Integrando o Agronegócio

Programa Agropapo | allTV a #tvdainternet
03/04/2017

Neste ‘papo’ de 30 minutos, a grande ênfase foram as “Plataformas Tecnológicas Integradoras (ou de Integração)”, possibilitando o avanço nas visões de digital, inteligente (smart), precisão entre outros temas, mas sempre tendo como foco principal a “Gestão do Campo”:

ações de mudança na Gestão do Campo podem ser tomadas; com investimentos já realizados em sistemas de controle agrícola, ERPs, além de dados de campo, séries históricas e integração de tecnologias e pessoas – estes podem planejar suas ações (agrícolas, operação e até mesmo times de emergência), diminuir o impacto dos eventos e criar cenários para safras vindouras.

AgroPapo, talk show do NOVO agronegócio, é um programa de entrevistas e reportagens sobre o setor que vem sendo a exceção positiva da economia brasileira.

Apresentador(ra) Apresentador(ra): Ronaldo Luiz Mendes Araújo

Horário Horário: Terças e Quintas Feiras – 11 horas

Além de tratar dos temas mais densos do agro, como, por exemplo, política, economia, tecnologia, leis; o AgroPapo aborda também gastronomia, saúde, entretenimento, moda, etc..

Imagem debate desafios e oportunidades da Transformação Digital no Agronegócio no Agtech Forum

Notícia – Portal AgroLink
16/11/2016

Soluções e casos e sucesso de empresas referência na gestão espacial desse setor são destaques na participação da Imagem no evento.

A Imagem, líder em Soluções de Inteligência Geográfica, estará presente no Agtech Forum, evento focado no Agronegócio que acontece em São Paulo no dia 24 de novembro, no hotel Maksoud Plaza.

Com a experiência de mais de 30 no Brasil e atenta à evolução tecnológica nesse setor, a Imagem apresentará soluções que visam auxiliar empresas agrícolas a obter melhores resultados, ampliando sua competitividade e produtividade por meio das novas tecnologias tais como Big Data, Cloud Computing, Mobilidade e e-Social.

Com mais de 800 clientes de empresas do agronegócio e florestal, a Imagem mostrará aos participantes do Agtech soluções utilizadas por importantes empresas do país que já lideram esse movimento da Transformação Digital no campo se beneficiando da integração entre Tecnologia e Geografia nos seus negócios. “Mostraremos como nossas soluções se aplicam em diversos processos da gestão agrícola que passam pelo planejamento, a análise e gestão de dados, o uso da mobilidade e a gestão dos ativos no campo”, explica Fábia Bem, Diretoria da Imagem para Agronegócio.

agtech_abimael_imagemA Imagem estará presente no painel principal do evento intitulado “Panorama do futuro: Como as empresas mais digitalizadas do mundo veem essa transformação e quais são suas principais apostas para o Agronegócio” que acontecerá às 9h, logo após a abertura do evento, no qual o Prof° Dr° Abimael Cereda Junior, Pesquisa e Ciência da Imagem, falará sobre como a Transformação Digital está modificando as rotinas e processos de produção, gerando novas oportunidades e possibilidades no campo para aumentar a produtividade das empresas brasileiras.

“Vamos abordar como os produtores rurais nacionais podem ser mais competitivos dentro e fora do Brasil utilizando soluções para gestão espacial que proporcionam mais eficiência produtiva, redução de custos e agilidade nas tomadas de decisão”, afirma Abimael.

No período da tarde, às 16h20, a Imagem também estará presente no painel “Transformação Digital Semeando Novas Oportunidades no Agronegócio” demonstrando um caso de sucesso aplicado em uma das empresas referência no uso das soluções de Inteligência Geográfica no Brasil.

Por ser palestrante, tenho direito a 10% de desconto na lista dos meus indicados, basta mencionar o código SPK no momento da sua inscrição.

Para confirmar a sua participação neste evento, envie um e-mail para agro@informa.com ou ligue no (11) 3017-6888 e informe o código SPK.