A Ciência do Onde (#TheScienceofWhere) no Dia do Geógrafo 2017

Tendências no Mercado de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) | Instituto GEOeduc
29/05/2017

Em comemoração ao Dia do Geógrafo (29/05), o Instituto GEOeduc realizou o evento online “Tendências no Mercado de Sistemas de Informação Geográfica (SIG)”.

Estive presente representando a Imagem, distribuidora oficial da Esri no Brasil, apresentando algumas reflexões sobre os Geógrafos e a Ciência do Onde – The Science of Where – e as novas possibilidades advindas da Tranformação Digital, a linguagem da Ciência do Onde. Assista, reveja e compartilhe.

esta versão apresenta todos os slides

[Live #3]O mercado de trabalho em Geografia e Geoprocessamento

“Um pouco de Geografia das Coisas #3”
31/01/2017

No “episódio” #3 da série “um pouco de Geografia das Coisas”,  foram discutidas questões pertinentes ao mercado de trabalho em Geografia e Geoprocessamento.

Porque NÃO devemos pensar em mercado? Afinal, há espaço para profissionais como Geógrafos, Engenheiros Cartógrafos e áreas afins? E as novas tecnologias emergentes? Devo saber programar? Assista agora!

Preparação

Transmissão de preparação para a Live #3 “Um pouco de Geografia das Coisas”, apresentando os temas discutidos no dia 31/01, bem como fomras de “não esquecer” da live:

1º GISDay-SC – APROGEO/SC – GeoLab

1º GISDay-SC – APROGEO/SC – GeoLab
18/11/2015

_MG_5753-26lowTive a satisfação de participar com a palestra “Aplicando Geografia: revolucionando nosso Mundo com Inteligência Geográfica” e na mesa-redonda “Mercado de Trabalho e atuação profissional em Geoprocessamento” no 1º GISDay-SC, em Florianópolis. Nas palavras dos organizadores (APROGEO/SC em parceria com o Laboratório de Geoprocessamento da UDESC- GeoLab), “aliando desenvolvimento técnico e qualificação profissional, o GISDay-SC apresentou palestras aprofundadas sobre o tema, permitindo a formação e a troca de conhecimento entre profissionais e alunos de diversas áreas.”

_MG_5974-142lowMais do que discussões técnicas ou proposições teóricas, a celebração do GISDay levou todos os participantes – que lotaram o auditório – à reflexão sobre como a Geografia + Tecnologias já impactam e transformam positivamente nosso mundo, seja nas palestras ou na mesa-redonda final.

_MG_5752-25low

Ao término do evento foi realizado o sorteio de uma licença ArcGIS for Home e uma bolsa de estudos na Academia GIS Imagem, momento bastante aguardando pelos participantes, associados da APROGEO/SC, oferecidos pela Educação Imagem.

O Time APROGEO/SC agradece a todos afirmando que “em um evento ímpar na história da Geografia catarinense, gostaria de deixar meu muito obrigado a todos os participantes que fizeram desse evento um sucesso. Estendo ainda nossos agradecimentos aos nossos palestrantes que elevaram com extrema elegância o nível técnico do GisDay-SC.”

Agradeço o convite e o incrível espaço para discussões que tivemos, além da possibilidade de ter conhecido docentes e pesquisadores da UDESC, UFSC e outras Instituições, ampliando nossa rede de discussão em torno da Inteligência Geográfica. Mais gratificante e extremamente recompensador foi receber um e-mail dizendo que “a palestra ajudou, em muito, a recuperar essa paixão pela Geografia”.

Vivamos Geografia! 

 

Geoprocessamento, mudanças e um novo Brasil

Depoimento para a UNIFEMM
08/05/2015

“Vivemos um momento não só de mudanças profundas na sociedade brasileira em suas dimensões social, econômica e política: temos a necessidade da quebra de paradigmas no que tange o território e sua gestão e planejamento, com a adoção da visão do Geoprocessamento, em que MAPAS não são somente representações gráficas ou um aplicativo em seu smartphone para descobrir como chegamos a um determinado local. Necessitamos de profissionais que saibam lidar com ferramentas de mapeamento mas, que muito além disto, saibam pensar e analisar o Espaço Geográfico utilizando Inteligência Geográfica – ou seja, Geografia e Tecnologias unidas para a mudança do mundo. Desta forma, profissionais e pesquisadores que possam atuar nestas e em outras dimensões são cada vez mais necessários e, em algumas áreas, já sofremos em nosso país com a falta deste perfil profissional. E você? Está preparado – ou se preparando – para este novo Brasil, entendido e transformado por meio da Inteligência Geográfica?”

Leia os depoimentos publicados em (mais…)

Continuar lendo

Geógrafo tem que ter programação no currículo

Jornal Júnior – Cobertura do II Workshop InovaGeo
06/04/2014

A última palestra do evento (II InovaGeo) uniu a importância que tem a geografia e a tecnologia andarem de mãos dadas

Por Caroline Balduci de Mello e Mariana Uberti Kohlrausch

ii-inovageoAbimael Cereda Junior foi o último palestrante do II InovaGeo e começou sua exposição com os melhores aspectos da Geografia: fórmulas matemáticas e físicas que unidas formam as paisagens naturais mais belas do planeta. Através de ferramentas audiovisuais, Abimael impressionou a plateia com suas imagens, introduzindo o conceito de Plataforma Tecnológica da Imagem/Esri, o ArcGis, software sofisticado da produção de mapas.

Grande apaixonado pela área, a parte inicial da apresentação foi toda sobre a evolução da tecnologia e da geografia através do tempo, dizendo que nos dias atuais, todos os aplicativos que estão disponíveis nas lojas dos sistemas operacionais mobile, como Apple, Android e Windows Phone, só permitem a instalação desses mesmos aplicativos se o usuário fornecer suas coordenadas geográficas, ou seja, sua localização. A ideia que mais se destacou durante a palestra foi a visível necessidade da geotecnologia em todos os lugares, mesmo que a olhos nus não tenhamos essa noção. Videogames, principalmente os mais atuais, carregam suas cargas de realidade, precisam desenrolar suas histórias em cidades reais, o que faz com que a geografia seja indispensável.

Além disso, Abimael Cereda Junior falou sobre a facilidade atual no uso de softwares e hardwares e como a abrangência da internet entre os jovens atualmente influencia a geotecnologia. Segundo ele, vivemos em um momento no qual ocorre uma revolução no âmbito da geografia e essa revolução implica em efeitos em toda a sociedade. Para o palestrante, o futuro será dos analistas de informações, que serão profissionais da Inteligência Geográfica.

O uso facilitado das tecnologias não significa que qualquer pessoa poderá trabalhar com a geografia na web, mas que o trabalho dos Geógrafos irá se unir ao de outros especialistas, como profissionais de estatística. Para ele, nós estamos lidando com uma nova visão de geoprocessamento e estamos alcançando a inteligência geográfica.

Os presentes, animados tanto quanto o ministrante, fizeram vários comentários, participando com grande curiosidade do diálogo. Cereda Junior exaltou a importância de eventos universitários para a formação dos futuros profissionais e elogia a organização do evento. Para ele, “a participação dos alunos não é só essencial, ela é prioritária e necessária para que a gente avance nessa área, no Brasil.”

Com o fim da última palestra, o II Workshop InovaGeo se encerra e deixa muitas boas experiências para todos os envolvidos. Depois de dois dias de palestras e grupos de discussões, os alunos e profissionais saem com novas ideias e concepções sobre o mercado de trabalho. “Participar deste evento, para mim, é importantíssimo porque a gente consegue posicionar as novas visões, o que está ocorrendo e até vislumbrar o que virá após um evento deste tipo”, diz Abimael Cereda Junior