Digital Agro – Inovação e Tecnologia para o Agronegócio (Carambeí – PR)

Transformação Digital no Agronegócio: soluções na era das Plataformas
22/09/2017

Organizado pela Frísia Cooperativa Agroindustrial e com apoio técnico-científico da Fundação ABC, a Feira Digital Agro 2017 teve um público aproximado de cinco mil pessoas nos dois dias de sua realização e discutiu temas como automação e robótica, monitoramento e sensoriamento, gestão e sucessão familiar no campo, bem como novas tecnologias para a área Agrícola e Industrial e os impactos da Transformação Digital, permitindo controle de processos e foco nos detalhes para maior eficiência nas atividades.

Inédita no formato e conceito no Brasil, foi realizada no Parque Histórico de Carambeí (PR) e discutiu as tecnologias que estão sendo aplicadas no campo, além daquelas que serão tendências para o melhor desenvolvimento da Agricultura no país, em um ano que o país bate recorde em colheita de grãos – 240 milhões de toneladas.

A feira reuniu as maiores referências em Inovação e novas Tecnologias para o Agronegócio do Brasil em quatro painéis, distribuídos ao longo de dois dias. Na sexta-feira (22/09), o Painel 4 trouxe o “E-management: o agro na palma da mão”, destacando a importância da gestão no processo agrícola, com a supervisão de todas as etapas, atualização em tempo real do clima, produtividade da área, preço das commodities, custos e exportação, além da Inteligência de Negócio, incluindo a Inteligência Geográfica, integrando dados de campo, sistemas gerenciais e de controle, imagens entre outras fontes para apoio à Tomada de Decisão.

Este painel, sob moderação da Fundação ABC e com a participação da IBM, Imagem, Strider, SGS, Climate e Aegro, apresentou e discutiu inovações e novas tecnologias para o Campo, tendo como foco o monitoramento e a gestão nas propriedades rurais, além da introdução e aplicações da “Internet das Coisas” no Agronegócio, oportunidades de negócio que essa nova fronteira abre para produtores, pesquisadores e empresas do setor.

“Para um público que já vivencia a Transformação Digital, seja no dia-a-dia com uso de previsão de tempo em seu dispositivo móvel ou na análise de séries históricas de safra, com apoio de dados e informações de natureza diversas, a Imagem – empresa brasileira com mais de 30 anos que apoia o Agronegócio com Plataformas para Gestão do Campo – pode apresentar uma proposta prática para esta implementação não de um novo software ou tecnologias, mas de uma Cultura da Decisão e Ação por meio de Plataformas Digitais“, afirmou Abimael Cereda Junior, líder de Ciência & Pesquisa da Imagem, na palestra “Transformação Digital no Agronegócio: soluções na era das Plataformas

Emerson Moura, superintendente da Frísia, afirmou que a programação da feira cumpriu o seu papel e aproximou o produtor das ferramentas digitais de produção, com o produtor tendo a possibilidade de ver a tecnologia ao vivo. “Antes, ele tinha criado o conceito de que a tecnologia digital não era para ele, mas a feira quebrou esse paradigma”.

 

Fenasucro 2017 – V Congresso de Automação e Inovação Tecnológica

Inteligência Geográfica aplicada à Integração Tecnológica Campo e Indústria
22/08/2017

A Imagem esteve presente no V Congresso de Automação e Inovação Tecnológica, evento integrante da Fenasucro & Agrocana 2017, apresentando sua Visão e Soluções para o Agronegócio e, mais especificamente, a integração tecnológica campo e indústria 4.0, com o gestor de Ciência & Pesquisa Abimael Cereda Junior, que afirmou

Vivemos a era das Plataformas e a adoção de uma Plataforma de Inteligência Geográfica para integração de ações, planejamento e gestão do Campo, integrada à Indústria – gestão esta baseada em Processos, Fluxos e Tecnologias – possibilita uma abordagem integrada, visto as necessidades de dados, análises e disponibilidade destas em tempo real em algum lugar.

Estiveram presentes especialistas na área, grandes líderes e empreendedores em tecnologia de automação e de informação e empresas mundiais, como a Oracle, IBM e Imagem/Esri, apresentando possibilidades com a Transformação Digital e seus pilares com soluções para o setor Sucroenergético, Agroindustrial, Óleo & Gás, Mineração, Infraestrutura, entre outros.

Como uma agenda bem articulada, a tarde do dia 22 de agosto iniciou com “IoT para Agronegócio – Como Iniciar?”, com Renato Teixeira e Ricardo Urresti da Oracle; em sequência, “Quando a Internet das Coisas, a Inteligência Artificial e o Monitoramento de Cima se unem para apoiar o Sistema Alimentar Mundial” foi a discussão proposta por Ezequiel Kwasnicki da IBM.

A Imagem apresentou a “Inteligência Geográfica aplicada à Integração Tecnológica Campo e Indústria” e teve um dos destaques a necessidade da integração das plataformas, sensores e dados já presentes na Indústria e Campo para a tomada de decisão e ação.

Com investimentos já realizados em sistemas de controle agrícola, ERPs, IoT, além de dados de campo, séries históricas e integração de tecnologias e pessoas, pode-se planejar suas ações (agrícolas, operação e até mesmo times de emergência), diminuir o impacto dos eventos e criar cenários para safras vindouras – a Transformação Digital para o Agronegócio na prática. Abimael Cereda Junior (Imagem)

ISA Sertãozinho mais uma vez confirma sua vocação e objetivo de – desenvolver e estimular iniciativas relacionadas com a teoria, o projeto e a produção, a utilização de instrumentação, computadores e sistemas de medição, aplicados no controle e automação industrial nos vários ramos científicos e tecnológicos, além de maximizar o valor do trabalho dos profissionais em suas áreas de abrangência – com a organização e altíssimo nível do V Congresso de Automação e Inovação Tecnológica.

Explore mais o tema aqui.

Inteligência Geográfica e a Transformação Digital: competências básicas na Gestão do Território alavancando oportunidades profissionais

CEREDA JUNIOR, A. Inteligência Geográfica e a Transformação Digital: competências básicas na Gestão do Território alavancando oportunidades profissionais. Revista Digital de Engenharia da APEAESP, no. 1; maio a julho de 2017

Download do artigo completo.

Acesso Revista Online.

 

Tópicos:

  1. A Educação Espacial
  2. Do Dado à Inteligência Geográfica (no Espaço Geográfico)
  3. Transformação Digital e Geografia das Coisas
  4. Tendências e competências para o mercado de trabalho com Inteligência Geográfica
  5. Considerações iniciais
  6. Bibliografia

[…] A sociedade contemporânea enfrenta uma série de grandes e novos desafios, que devem ser superados sob a ótica da resiliência ambiental e social que territorializa-se no Espaço Geográfico já que “toda relação de poder desempenhada por um sujeito no espaço produz um território” (RAFFESTIN, 1993).

No Brasil, como exemplos insuficientes, podemos elencar a crise hídrica, Aedes aegypti, desafios ao setor elétrico, transformações e impactos profundos na política e economia, gestão das Cidades (e as propagadas Cidades Inteligentes), o Agronegócio (e a Digital Farming/Smart Farms), ou seja, intervenções que tem em si impacto direto na produção do território por meio de seus atores “compostos por malhas, nós e redes”, conforme Raffestin em sua obra originalmente publicada em 1980, afirmando que “a intensidade e a forma da ação de poder nas diferentes dimensões do espaço originam diferentes tipos de territórios”.

Esse homo faber, que produz o Espaço Geográfico por meio da territorialização- desterritorialização-reterritorialização, realmente enfrenta novas crises e problemas ou tratamos, de fato, de novas velocidades (Tempo) e escala de abrangência (Espaço) ao processo em “um tempo rápido ao qual se antepõe um tempo lento” (SANTOS, 1996)?

Conciliar interesses da sociedade em suas diversas dimensões, trazendo soluções à demandas e problemas que tem, intrinsicamente, o Território, Paisagem e Lugar como fundamentos basilares, são elementos presentes em toda história da humanidade. Tais competências deveriam ser adquiridas desde a educação básica, mas, especialmente para aquelas formações ligadas ao Planejamento, Gestão e Intervenção no Espaço Geográfico.

Sabendo que “a tecnologia é a sociedade e a sociedade não pode ser entendida ou representada sem suas ferramentas tecnológicas” (CASTELLS, 2003), a Inteligência Geográfica apresenta-se como resposta para tais necessidades, integrando a Ciência Geográfica em suas múltiplas dimensões às Tecnologias, principalmente Digitais. Emergem, assim, cidadãos informados e capazes de tomar decisões, que já estão vivenciando a chamada Transformação Digital; Espaço e Tempo integrados gerando Conhecimento.

Partindo do tema proposto pela Comissão Organizadora do 13º Congresso Nacional de Engenharia de Agrimensura (CONEA) para Conferência e Artigo, procurou-se neste levantar conceitos e discussões para reflexões no âmbito acadêmico e profissional, lançando mão de artigos, proposições autorais e bibliográficas para a integração da Inteligência Geográfica ao processo educacional de maneira abrangente, bem como às discussões em Câmaras e Setores Técnico-Profissionais.

Download do artigo completo.

Tecnologia e Inovação com Mapas: dos jogos eletrônicos às Smart Cities e Farms!

24ª Semana da Engenharia, Tecnologia e Inovação FACENS
17/04/2017

a Facens – Faculdade de Engenharia de Sorocaba – promoveu a 24ª Semana da Engenharia, Tecnologia e Inovação, tradicional evento que reúne alunos, professores e a comunidade e aborda temáticas inovadoras sobre a área de Engenharia. Com uma extensa agenda de palestras e painéis de debates gratuitos e minicursos e workshops.

Modelos de Simulação já estão presentes em jogos eletrônicos há muito – ferramentas disponíveis no SimCity e SimFarm originais hoje ainda são novidades na sua implantação real em Cidades e no Campo. A Imagem Ciência & Pesquisa teve a oportunidades de discutir com mais de 100 alunos e professores do período matutino e noturno dos cursos de Engenharia e Jogos Digitais da FACENS como as Plataformas Tecnológicas e a Transformação Digital propiciam hoje novos modelos de gestão e planejamento com alcance em pessoas, empresas e governos.

Smart Cities (Cidades Inteligentes) e Smart Farms (Fazendas Inteligentes/AgTech) foram debatidos de maneira franca e atualizada, considerando a íntrinseca necessidade da Inteligência Geográfica nos processos de decisão e ação. Explore o tema na Playlist da série “um pouco de Geografia das Coisas“, em continuar lendo.

Continuar lendo

Tecnologias & Inovações em Corte, Transbordo e Transporte (CTT)

14º Seminário Internacional em Logística Agroindustrial | ESALQ-LOG
10/04/2017

Evento internacional com empresas, centros de pesquisa e pesquisadores do setor Sucroenergético organizado pela ESALQ-LOG reuniu Imagem, Case, John Deere, Odebrecht, Raízen, São Martinho, CTC, Unica, CEOX, Queensland University of Technology, University of Illinois: saiba mais.

Como líder de Ciência & Pesquisa na Imagem pude apresentar as novas dimensões e possibilidades reais da Transformação Digital no Agronegócio e o setor de Corte, Transbordo e Transporte de Cana (CTT) na décima quarta edição do SILA – Seminário Internacional em Logística Agroindustrial – em uma mesa redonda ao lado da Case e John Deere. Clientes e parceiros da empresa também estiveram presentes, apresentando soluções no evento, o que reforça a presença no setor Sucroenergético.

Descubra alguns vídeos que apresentam parte da Plataforma Integrada nesta playlist especial.

Continuar lendo

Transformação Digital no Campo: Ciência e Tecnologia no setor sucroenergético

Semana de Ciência e Tecnologia em Agropecuária – SECITAP
04/04/2017

Mais uma vez gostaria de agradecer todos os participantes e a comissão organizadora pela oportunidade em participar de um evento com mais de 40 anos, compartilhando sobre inovações na área! Saiba mais sobre o tema aqui.

Em sua quadragésima segunda edição, a SECITAP (Semana de Ciência e Tecnologia em Agropecuária) é um evento realizado na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal pelos acadêmicos desta escola, com apoio e auxílio da direção, docentes, funcionários, empresas privadas e órgãos oficiais.

Esta semana visa à complementação do currículo universitário e proporciona adições importantes às matrizes curriculares dos cursos de Zootecnia, Ciências Biológicas, Engenharia Agronômica, Administração e Medicina Veterinária. Dirige-se também à atualização dos profissionais inseridos no mercado de trabalho, oferecendo a reciclagem necessária ao mercado competitivo que vivenciamos atualmente. Desta forma, trazemos tópicos atuais e os temas mais discutidos na comunidade acadêmica, empresarial e científica sobre as tendências do mercado nacional e internacional.

Os cursos oferecidos são sinônimos de inovação e qualidade; adjetivos conquistados graças ao alto nível de seus palestrantes, seriedade e competência de seus organizadores. Assim, a SECITAP vem confirmando seu prestígio pela presença de aproximadamente 1500 participantes, Instituições de Ensino e Pesquisa de todo o país e aproximadamente 200 palestrantes de Empresas Públicas e Privadas, a cada ano. (fonte: site oficial).

 

Plataformas Tecnológicas para Gestão do Campo – Integrando o Agronegócio

Programa Agropapo | allTV a #tvdainternet
03/04/2017

Neste ‘papo’ de 30 minutos, a grande ênfase foram as “Plataformas Tecnológicas Integradoras (ou de Integração)”, possibilitando o avanço nas visões de digital, inteligente (smart), precisão entre outros temas, mas sempre tendo como foco principal a “Gestão do Campo”:

ações de mudança na Gestão do Campo podem ser tomadas; com investimentos já realizados em sistemas de controle agrícola, ERPs, além de dados de campo, séries históricas e integração de tecnologias e pessoas – estes podem planejar suas ações (agrícolas, operação e até mesmo times de emergência), diminuir o impacto dos eventos e criar cenários para safras vindouras.

AgroPapo, talk show do NOVO agronegócio, é um programa de entrevistas e reportagens sobre o setor que vem sendo a exceção positiva da economia brasileira.

Apresentador(ra) Apresentador(ra): Ronaldo Luiz Mendes Araújo

Horário Horário: Terças e Quintas Feiras – 11 horas

Além de tratar dos temas mais densos do agro, como, por exemplo, política, economia, tecnologia, leis; o AgroPapo aborda também gastronomia, saúde, entretenimento, moda, etc..