O que a indústria Geoespacial pode aprender com a indústria dos Jogos Digitais

porceredajunior

O que a indústria Geoespacial pode aprender com a indústria dos Jogos Digitais

MundoGeo#Connect 2018 | Seminário: Geoinformação & Disrupção: Novas Oportunidades
15/05/2018

Como a cadeia produtiva da Geoinformação pode se adaptar às rápidas e constantes mudanças que estão ocorrendo e também buscar novos mercados?

Toda esta evolução digital inclui o crowdsourcing baseado em tecnologia móvel, a combinação de inteligência artificial e a observação da Terra, os serviços automatizados de localização, o bigdata e as análises geográficas real-time.

Neste seminário, especialistas estarão reunidos para debater estas tendências e desvendar os melhores caminhos para as empresas do setor continuarem a prover soluções para uma cadeia consumidora corporativa da análise geográfica cada vez mais ampla e exigente.

Abimael Cereda Junior, da Georesults (Geografia das Coisas) irá apresentará a palestra “O que a indústria Geoespacial pode aprender com a indústria dos Jogos Digitais” traçando um panorama de tendências tecnológicas e possibilidades concretas que a indústria dos Jogos Digitais já incorporaram em suas práticas de negócio e que a indústria Geoespacial – GNSS & Posicionamento, GIS/Análise Espacial, Observação da Terra e Scanners 3D – podem se inspirar e aprender. 

Participe do seminário “Geoinformação & Disrupção: Novas Oportunidades”, que será realizado no dia 15 de maio em São Paulo (SP) na abertura do MundoGEO#Connect 2018.

Sobre o Autor

ceredajunior administrator