Drone2Map: o software que transforma imagens de drones em mapas 2D e 3D

Portal CanalTech | Matérias: Software
25/06/2016

Por Regis Soares a partir da entrevista com Abimael Cereda Junior.

Leia, a seguir, alguns trechos com depoimentos e aqui a reportagem completa; conheça o case de uso do Drone2Map pelo Prof. Dr. Sady Menezes da UFRRJ.

Renderização com produtos obtidos (Imagens, Lidar, Texturas)Os drones são uma nova plataforma para coleta de dados que, na verdade, não é tão inovadora no âmbito nacional. É o que diz Abimael Cereda Junior, geógrafo e gestor de educação da Imagem, empresa que atua na área de Inteligência Geográfica há 30 anos e distribuidora oficial da Esri no Brasil. “Essa tecnologia não é tão nova assim. Acontece que só agora ela teve essa explosão midiática e, também, por conta dos preços que caíram demais.

Público-alvo e papel na sociedade De acordo com o geógrafo da Imagem, o Drone2Map permite que pessoas, empresas e governos trabalhem com mais rapidez na área de análise geográfica, podendo fazer modelos em três dimensões, mosaico das imagens captadas, entre outras coisas. “Nós temos soluções para pessoas físicas que ainda estão aprendendo sobre a área, universitários, empresários e governos. Inclusive, temos uma parceria com o Instituto Pereira Passos, no Rio de Janeiro, para coletar dados com smartphones para o que chamamos de Comunidades Inteligentes – Smart Communities.

Além de ajudar a inspecionar áreas e realizar tantos feitos que a geotecnologia proporciona, ele também acredita que, com ela, temos a possibilidade de viver melhor, tomar decisões mais conscientes, conviver em harmonia e colaborar com o avanço da sociedade em diversos aspectos fundamentais. “Pelo fato de a Imagem ser uma empresa de 30 anos no mercado, nós já auxiliamos prefeituras, polícias e bombeiros, pois muitos desses órgãos já utilizaram e ainda utilizam nossa tecnologia. Posso até dizer que, ainda que indiretamente, já ajudamos a salvar muitas vidas“, diz ele em relação à influência de toda essa tecnologia.

Aperfeiçoamento da geotecnologia Tudo isso faz parte de uma evolução natural de tecnologias que são passam por sofisticações com o decorrer dos anos, como o GPS, mapas espaciais, etc. “A revolução dos drones é uma parte da revolução dos mapas e análise espacial. Hoje, se você usa smartphone, o serviço de localização dele vai aprendendo seus hábitos de deslocamento, analisando dados de trânsito e tantas outras coisas. O Drone2Map usa cálculos matemáticos altamente complexos que levam em consideração até a altitude do terreno explorado, com uma visualização em 3D. Ele chega para unir tudo isso em uma só aplicação, é uma convergência digital“, diz Cereda Junior.

Nuvem de pontos LidarTecnologia já explorada Cereda Junior ainda cita que a informação geográfica sempre foi muito importante, mas que por anos esteve apenas na mão de analistas, cartógrafos e que hoje esse poder está conosco, totalmente acessível e que pode ser encontrado em diversas plataformas, como em games. “Você pode observar o poder do Minecraft e, principalmente, do SimCity – em que o jogador pode construir e administrar uma cidade -. Lá atrás, no fim dos anos 80 e começo dos 90, o SimCity para o DOS – sistema operacional adquirido pela Microsoft na década de 80 – já tinha uma ferramenta de análise para mostrar onde estava faltando bombeiro, polícia, locais em que a poluição estava alta, etc. O Drone2Map é só uma ponta do iceberg.