Veja como as Universidades Brasileiras já estão vivendo a Transformação Digital

porceredajunior

Veja como as Universidades Brasileiras já estão vivendo a Transformação Digital

Notícias – Imagem
25/07/2016

Na Era da Geografia das Coisas, cidadãos com smartphones carregam um volume incrível de dados. Fotos, vídeos, músicas, perfil em redes sociais, compras de e-commerce, publicações nas redes sociais são apenas alguns exemplos. Estamos falando da conexão mais do que de sistemas, mas de pessoas de maneira colaborativa.

E essa realidade não é diferente no mundo acadêmico. “A Transformação Digital é conhecida e promovida nas Universidades muito antes do termo chegar à mídia; estas já criam e vivem os efeitos desta e têm investido cada vez mais nos Sistemas de Informações Geográficas como plataforma de conexão de todos esses dados possibilitando um momento único na Educação”, afirma o Prof. Dr.Abimael Cereda Junior, Gestor de Educação na Imagem.

Dia1_II EdUC BRAo longo do primeiro semestre de 2016, a Imagem apoiou inúmeras iniciativas educacionais que evidenciam a experiência da Transformação Digital nas Universidades do país. Um exemplo foi o II Encontro de Educação Esri Brasil, que contou com a presença de representantes de todo país, como o Prof Dr. Sady Júnior, Vice-diretor do Instituto Três Rios da UFRRJ, apresentando sua experiência de trabalho com Drones, a Escola Monteiro Lobato e o Prof. Clibson dos Santos, da UNIFAL, com a utilização de Plataformas Digitais para novas experiências na Educação.

SIGABI-PalestraAbimaelOutra iniciativa de destaque que confirma a Transformação Digital nas universidades  foi o espaço aberto pela Universidade Potiguar (UNP), maior universidade privada do Norte e Nordeste e integrante da Laureate International Universities, para reunião e palestras com a participação da Reitoria e Diretores com a discussão de ideias e práticas sobre a “Universidade na Era da Geografia das Coisas”, ou seja, como a transformação digital já vem impactando os processos educacionais e administrativos, e as novas oportunidades que surgem do desvelar dos processos educacionais à luz da Inteligência Geográfica.

ArcScene3DOutras instituições espalhadas por todo território nacional tais como UFSCar, UFRN, Unicamp, UNESP e UnB também estão desenvolvendo projetos inseridos neste contexto e que têm o GIS como plataforma integradora.

“Nosso compromisso é apoiar as universidades brasileiras a superar seus desafios na inserção da Inteligência Geográfica de maneira mais ampla, tendo a Plataforma ArcGIS como alicerce e aproveitando ao máximo os benefícios da Transformação Digital”, ressalta Cereda Junior.

Sobre o Autor

ceredajunior administrator