Geógrafo tem que ter programação no currículo

porceredajunior

Geógrafo tem que ter programação no currículo

Jornal Júnior – Cobertura do II Workshop InovaGeo
06/04/2014

A última palestra do evento (II InovaGeo) uniu a importância que tem a geografia e a tecnologia andarem de mãos dadas

Por Caroline Balduci de Mello e Mariana Uberti Kohlrausch

ii-inovageoAbimael Cereda Junior foi o último palestrante do II InovaGeo e começou sua exposição com os melhores aspectos da Geografia: fórmulas matemáticas e físicas que unidas formam as paisagens naturais mais belas do planeta. Através de ferramentas audiovisuais, Abimael impressionou a plateia com suas imagens, introduzindo o conceito de Plataforma Tecnológica da Imagem/Esri, o ArcGis, software sofisticado da produção de mapas.

Grande apaixonado pela área, a parte inicial da apresentação foi toda sobre a evolução da tecnologia e da geografia através do tempo, dizendo que nos dias atuais, todos os aplicativos que estão disponíveis nas lojas dos sistemas operacionais mobile, como Apple, Android e Windows Phone, só permitem a instalação desses mesmos aplicativos se o usuário fornecer suas coordenadas geográficas, ou seja, sua localização. A ideia que mais se destacou durante a palestra foi a visível necessidade da geotecnologia em todos os lugares, mesmo que a olhos nus não tenhamos essa noção. Videogames, principalmente os mais atuais, carregam suas cargas de realidade, precisam desenrolar suas histórias em cidades reais, o que faz com que a geografia seja indispensável.

Além disso, Abimael Cereda Junior falou sobre a facilidade atual no uso de softwares e hardwares e como a abrangência da internet entre os jovens atualmente influencia a geotecnologia. Segundo ele, vivemos em um momento no qual ocorre uma revolução no âmbito da geografia e essa revolução implica em efeitos em toda a sociedade. Para o palestrante, o futuro será dos analistas de informações, que serão profissionais da Inteligência Geográfica.

O uso facilitado das tecnologias não significa que qualquer pessoa poderá trabalhar com a geografia na web, mas que o trabalho dos Geógrafos irá se unir ao de outros especialistas, como profissionais de estatística. Para ele, nós estamos lidando com uma nova visão de geoprocessamento e estamos alcançando a inteligência geográfica.

Os presentes, animados tanto quanto o ministrante, fizeram vários comentários, participando com grande curiosidade do diálogo. Cereda Junior exaltou a importância de eventos universitários para a formação dos futuros profissionais e elogia a organização do evento. Para ele, “a participação dos alunos não é só essencial, ela é prioritária e necessária para que a gente avance nessa área, no Brasil.”

Com o fim da última palestra, o II Workshop InovaGeo se encerra e deixa muitas boas experiências para todos os envolvidos. Depois de dois dias de palestras e grupos de discussões, os alunos e profissionais saem com novas ideias e concepções sobre o mercado de trabalho. “Participar deste evento, para mim, é importantíssimo porque a gente consegue posicionar as novas visões, o que está ocorrendo e até vislumbrar o que virá após um evento deste tipo”, diz Abimael Cereda Junior

Sobre o Autor

ceredajunior administrator